bem-vindos ao site terras da maia           

De vez em quando, as pessoas dizem-me: ”Tem calma, é apenas um cão…”
Eles não compreendem as distâncias percorridas, o tempo dispendido, ou os gastos que tenho com “apenas um cão”…

Alguns dos momentos em que senti mais orgulho aconteceram com “apenas um cão”…
Horas passaram em que a minha única companhia foi “apenas um cão” e
Naqueles dias de escuridão, o suave toque de “apenas um cão” deu-me conforto e razão para ultrapassar o dia.
Se também pensas que ele é “apenas um cão”,
Também compreendes expressões como “apenas um amigo”, apenas um nascer do sol, ou “apenas uma promessa”…
“Apenas um cão” traz para a minha vida a essência da amizade e da confiança, a alegria simples e sem reservas.

“Apenas um cão” faz sobressair a compaixão e a paciência que fazem de mim uma pessoa melhor…
Por “Apenas um cão”, eu levanto-me mais cedo, dou longas caminhadas e olho mais à frente no futuro…
Para mim, e para pessoas como eu, não é “Apenas um cão”, mas um aglomerado de todas as esperanças e sonhos do futuro, as memórias encontradas do passado e a alegria do simples momento.
“Apenas um cão” faz sobressair o que há de bom em mim e afasta os meus pensamentos sobre mim próprio e sobre as preocupações do dia-a-dia.
Espero que um dia eles possam compreender que não é “Apenas um cão”, mas sim o que me dá humanidade e me impede de ser “Apenas um homem”
Da próxima vez que ouvires a expressão “Apenas um cão”, sorri, porque eles … Apenas não compreendem!